quinta-feira, 17 de junho de 2010

Um tema (infelizmente) actual


Na definição do dicionário Houaiss, xenofobia é a "desconfiança, temor ou antipatia por pessoas estranhas ao meio daquele que as ajuíza, ou pelo que é incomum ou vem de fora do país; xenofobismo", isto é, uma das mais trágicas manifestações da ignorância e do medo humano perante o que desconhece, com uma leitura da realidade baseada em preconceitos.

Normalmente, o conceito de xenofobia relaciona-se com a aversão ou perseguição a pessoas de outras etnias, religiões ou minorias específicas, mas pode incluir apenas as pessoas do "bairro / território" ao lado, sobretudo se forem pobres, necessitarem de apoio ou houver um sentimento de insegurança (real ou fictícia) associado.

A xenofobia aparece onde menos esperamos e (infelizmente) é por vezes o suporte de alguns discursos populistas e demagógicos, quase sempre travestidos de piedosas intenções ou repetidas juras de "respeito" pelas pessoas. A exploração fácil dos "medos sociais", ilustrada aqui ou acolá com alguns "mitos urbanos", surge muitas vezes associada ao discurso de alguns políticos procurando protagonismo fácil ou angariação de votos a qualquer custo.

É um tema actual e talvez regressemos a ele um destes dias.

2 comentários:

Anónimo disse...

Tanto disparate num texto só! A tua mulher já foi, finalmente, promovida na Câmara da Amadora? Com tanta bajulice da tua parte, já foi concerteza.

António Luís Lopes disse...

Relativamente ao "comentário" anterior lamento apenas que quem o fez não se identificasse - afinal parece que a "frontalidade" é só para "inglês" ver... Tudo bem. Sobre o conteúdo do mesmo, creio ser bem demonstrativo do baixo nível a que alguns não hesitam em descer para imporem as suas "ideias". Estão enganados comigo porque não me vergam com este tipo de lixo. Se quiserem enviar mais, estejam à vontade.